Médiopiracicaba na contramão da preservação

Na data de 18/07/2018 foi rejeitado o PL 1942/2018 que “Dispõe sobre proteção ambiental de nascentes de água no âmbito do Município de Rio Piracicaba”, sendo rejeitado pela maioria dos vereadores ( votaram contra o projeto Valdeci Pantuza, Zairo Gomes, Hugo Pessoa, Tayrone Arcanjo, Inácio Linhares ) esse viés político coloca o município na contramão da proteção ambiental e da preservação de nascentes, rios e lagos, provando mais uma vez que a maior riqueza do nosso País ( a Natureza ) é sem dúvida nenhuma desrespeitada continuamente pelo povo, já que os vereadores nada mas são que representantes do povo.

O projeto em certas localidades se faz necessário pois muitos  proprietários de pequenos pedaços de terras tem um alto custo para proteger os mananciais e agora que muitos estão se vendo a beira de perder essas nascentes visto que muitas estão baixando sua capacidade de produção água e volume cai a cada ano.

Outras atitudes ambientais que muitas são levadas em descréditos são o tratamento de detritos biológicos de seres humanos e de animais ( porcos, galinhas principalmente ) que se forem bem tratados podem levar a contaminação pelas altas concentração em um só local.

Preserve hoje para ter o amanhã!

Fontes:

http://camararp.mg.gov.br/noticia/456/reuniao-plenaria-do-dia-18-7

https://www.cpt.com.br/cursos-meioambiente/artigos/nascentes-importancia-processo-de-recuperacao-e-conservacao-da-agua

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *